Curso de Farmácia participa da II edição do projeto "Saúde na Estrada"

 
Sabe-se que para dirigir um caminhão exige-se disposição e atenção, portanto no meio dessa rotina desgastante é necessário reservar um tempo para cuidar da saúde, fazer os exames de rotina, realizar alguma atividade física e, principalmente, se alimentar de maneira saudável.
 
Neste propósito, os alunos do curso de Farmácia, Nutrição e Enfermagem participaram no dia 01/11/2012 da II edição do Projeto “Saúde na Estrada”, promovida pelos postos Ipiranga.
 
O evento ocorreu durante o dia todo no Posto Cerradão, situado na BR-050 próximo à cidade de Araguari, e contou com a presença da Profa. Karla Cristina Walter Reis e do Prof. Herbert Cristian de Souza.
 
Para os motoristas de caminhão passar horas sentadas e dirigindo, se alimentar e dormir mal, com falta de tempo e de exercício e sedentarismo é uma rotina árdua. Doenças como diabetes, colesterol, pressão alta, obesidade, estresse, quase sempre são ignoradas por esses profissionais, já que os sintomas podem ser confundidos com o cansaço da profissão, sendo que o diagnóstico exato só pode ser dado através de exames médicos. Porém, a maioria dos motoristas não frequenta ao médico regularmente.
 
Neste desígnio, os caminhoneiros tiveram à disposição exames de saúde gratuitos, como a verificação da pressão arterial, tipagem sanguínea, índice de massa corpórea (IMC), acuidade visual e taxa de glicose no sangue.
 
Outra preocupação do projeto é abordar um tema delicado e de extrema importância da “vida nas estradas”: as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST).
 
 

















Postagens populares